sexta-feira, 27 de março de 2015

Atualização de Status do Chimera (Portal 2012)

A remoção do grupo Chimera continua, só restando a rede plasmática de implantes, ligadas entre si através dos túneis de Set, minados com bombas strangelets e toplets plasmáticas.

Essa rede de implantes foi lentamente construída ao longo de milhões de anos, através deste quadrante da Galáxia por cientistas loucos do grupo Chimera, que foram os mestres planejadores estratégicos do complexo militar Orion/Draco/reptiliano.

Todos encarnados no planeta Terra, ainda possuem esses implantes, recebidos antes ou quando na entrada na área de quarentena da Terra. São micro buracos negros plasmáticos, girando num forte campo eletromagnético plasmático. Sua finalidade é distorcer o espaço-tempo para continuar mantendo a anomalia primária e, portanto, o status de quarentena do planeta Terra:

http://recreatingbalance1.blogspot.com/2015/02/contingency.html (traduzido aqui).

Entendam que a matéria do plano físico é apenas uma onda de plasma condensado e que a anomalia plasmática se reflete diretamente no plano físico.

Na medida em que as Forças da Luz avançaram na liberação da Galáxia, através dos milênios, as forças das trevas recuaram para o planeta Terra, seu último reduto. Ao manipularem a anomalia quântica e dotando muitos portais estelares negativos com armas nucleares e aceleradores de partículas, após a 2ª Guerra Mundial e especialmente depois de 1996, transformaram nosso planeta num portal estelar quântico, que atrai todo o restante da anomalia primária do resto do Universo:


No entanto, a próxima reativação do LHC no CERN não representa qualquer perigo, não aumentando a profundidade quântica da Terra, porque as Forças da Luz agora controlam a produção de strangelets e toplets físicos e podem neutralizar qualquer manipulação física dessas partículas.

As flutuações da anomalia primária quântica na Terra, mantidas pela grade plasmática de implantes e apoiadas por bombas strangelets e toplets plasmáticas, são os mecanismos de retaliação e a principal  estratégia do Chimera para manter o status de quarentena da Terra e que impedem a Divulgação e o Primeiro Contacto.

Este poço quântico cria um vórtice de acreção de plasma ao redor da Terra, que se estende por centenas de anos-luz de diâmetro, a chamada bolha local:

http://www.skyandtelescope.com/astronomy-news/local-hot-bubble-07282014/


O plasma rarefeito e quente dessa área é teletransportado para a terra – em velocidades superiores a da luz, através dos túneis de Set.

Este plasma obtido é recolhido pelo Chimera nas estações da guarda de implantes em todo o Sistema Solar e, em seguida, distribuído através dos túneis de Set para implantes na humanidade de superfície.

As estações de guarda de implantes foram construídas pelo Chimera há 26.000 anos atrás, para proteger o reduto de quarentena da Terra contra a invasão das Forças da Luz que estavam fora deste Sistema Solar e implantar qualquer um que tentasse escapar da Terra ou do Sistema Solar. Um aspecto do MOSS é limpar estas estações de implantes originais. Está progredindo bem muitas naves-mães das Forcas Galácticas da Luz penetraram recentemente no Sistema Solar. A principal estação de guarda de implantes remanescente está localizada nos sistemas de cavernas, em Jápeto, uma das luas de Saturno:




Há muita atividade se desenrolando no Sistema Solar, com algumas delas observadas aqui da Terra. Como esse estranho impacto na Lua, há algumas semanas:

http://spaceweathergallery.com/indiv_upload.php?upload_id=109880&PHPSESSID=3gk3p4n6iv52tklcer99713g03

Ou este em Marte, alguns anos antes:

http://arstechnica.com/science/2015/02/strange-show-spotted-high-above-mars-surface-remains-mysterious/

Área das Sete Irmãs, em Marte é o ponto de entrada para os hangares de subsolo da frota Pleiadiana de onde o aspecto MOSS de Marte é coordenado:

http://www.thelivingmoon.com/43ancients/02files/Pleiades_Mars_Connection.html

E onde qualquer atividade artificial no nosso Sistema Solar pode ser facilmente detectada e avaliada:

http://phys.org/news/2011-12-aliens-kuiper-belt-cities.html

A NASA e o MSSS (Malin Space Science Systems) tentaram apagar as evidências de vida inteligente no Sistema Solar, todavia algumas escorregaram de suas mãos. Poderão ver algumas imagens genuínas da NASA aqui.

Monólito em Marte:


Monólito em Fobos:



  Nave-Mãe na Lua:


Nave-Mãe por trás de Rhea:


Há progressos significativos com as operações Moss e serei capaz de liberar uma grande quantidade de informações nas próximas semanas.

Nesse meio tempo, são muito bem-vindos para se juntarem a nós na conferência de Ruptura, perto de Eastbourne, no Reino Unido, próximo ao parque nacional das Sete Irmãs, que é um portal de alinhamento Pleiadiano. Teremos nossa conferência nos dias 11 e 12 de abril, quando novas informações serão lançadas:

http://portal2012.org/UK.html

A Ruptura está próxima!

Fonte: Portal 2012 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...